segunda-feira, novembro 29, 2010

meu primeiro amor...

Meu primeiro amor foi totalmente platônico. Nunca rolou nada. Quer dizer nada é exagero, rolava uma paquerinha, um clima. Acho que foi por volta do ano de 1989/90, eu tinha 15 ou 16 anos. O nome dele é Gustavo Matheussi. Ele não era o tipo popular, tava mais pra um nerd, tímido e retraído. Eu era popular, amiga de todo mundo e era muito paquerada. Não sei explicar porque me apaixonei tão perdidamente por ele, mas foi forte e acho que regulou todos os meu relacionamentos a partir de então.
Ele me rejeitava, me desprezava. Eu rastejava, corria atrás mesmo, não tinha pudor de mostrar meus sentimentos (hj sou completamente o oposto, hehehe). Não tenho certeza se ele ficou intimidado ou não acreditou que eu gostava mesmo dele, mas ele quase nunca me dava condição. Enquanto eu gostei dele, ele namorou umas meninas que, palavras da galera, eram infinitamente inferiores a mim, em tudo, em beleza, simpatia, bom humor. Ninguém entendia, acho que isso alimentava minha paixão, a falta de compreensão. Anos depois, numa conversa amigável, ele me disse que gostava de mim, mas que tinha medo, que eu me expunha demais (Quem? Eu? Eu que tenho um blog e conto tudo nele, me exponho? Magina...).
Eu acho que nunca vou deixar de gostar do Gustavo. Acredito que a gente não deixa de amar alguém, só não tem mais interesse de ficar junto, não tem mais sentido, acaba. Mas o sentimento permanece, sempre cabe mais dentro da gente, não acho que tenha um limite ou transferência de sentimento, eu acredito nisso. Eu sempre quero saber dele, se ele tá bem, se tá feliz. Eu torço por isso, ele foi muito importante na minha vida pra eu simplesmente fingir que ele não existe. Eu soube recentemente que ele casou e tem um filho ou filha, fiquei feliz, melancólica, mas feliz. Acho que minha fixação em médico vem daí também, ele é médico, se não me engano, em Goiania.
Mas porque estou falando dele hj? Minha irmã me trouxe alguns dos meus cds de mp3 que tavam em Ponta Porã e eu fiz uma nova seleção de musicas pra ouvir no celular qdo tô na rua. Nessa seleção eu coloquei, sem perceber uma música, "The Promise", a nossa música. Uma vez ele me convidou pra ficarmos sentado na camionete dele na avenida, lá em PP (outro dia eu explico a avenida). Aí tocou essa musica no som do carro, a gente tava conversando, climão, eu tentando ser discreta. A galera fazia tanta campanha pra gente que de vez enquando rolava umas coisas assim, mas ele era muito travado, quase não falava. Mas eu ficava feliz só de ficar do lado dele (ô paixão boa) nesses momento eu podia mostrar pra ele que não era louca, kkkkk. Eu fui pra casa e ele chegou logo atrás de mim, me deu a fita (isso mesmo fita cassete, a maioria nem conhece), e disse que era pra eu ouvir e pensar nele. PUTAQUEOPARIU, isso faz 20 anos e toda vez que eu ouço a música eu lembro dele, e toda vez me dá um frio na barriga. Vai me dizer que isso não é paixão forte? Acho que nunca conseguirei agir com indiferença em relação a ele. Eu não o vejo a mais de 5 anos, a última vez foi no Al Andaluz, barzinho de PP, ficamos nos olhando a noite inteira e eu fiquei hiper nervosa.
Hoje eu fiquei melancólica, é triste ter tanto sentimento assim desperdiçado, né?
Detalhe: eu ainda tenho a fita, tá.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

sábado, novembro 27, 2010

Os incríveis anos 80. MÚSICA.

Ah, a música dos anos 80... O rock dos anos 80 foi de longe o melhor no Brasil, não tem nem comparação. Titãs, Legião, Paralamas, Barão, Capital, Kid Abelha (que na época era também "e os abóboras selvagens"), Metrô, Kid Vinil, nossa tanta gente boa que nem tinha espaço pra sertanejo, axé, forró, funk e o escambáu.

No início dos anos 80 ainda havia uma grande influência dos anos 70, pq ao contrário da moda, na música um período não é necessariamente oposto ao anterior. No começo da década ABBA detonava.
Bonnie Tayler com o super hit "Total eclipse of the heart" era o must, a gente cantava e se rasgava toda, as bee ficava loka, kkkk.
Foi nesse período que surgiram os primeiros grupos de rock de sucesso fora do eixo EUA/Reino Unido. O A-Ha, que era da Noruega foi um expoente desse movimento. Eles eram meio frios e ficaram um pouco assustados com o "calor" do povo brasileiro qdo estiveram por aqui.
Eu ouvia muito o trio Tears for Fears, INXS, U2, só sobrou mesmo o U2, os melhores sobrevivem, né?
O Guns'n Roses da década de 80 era tipo incrível. Todo mundo queria o Axl Rose, hihihi, o melhor guitarrista era o Slash e todo mundo queria ser o Slash e assim por diante, eu acho inclusive que esse negócio de "air guitar"começou por alí. Os metaleiros desse tempo eram o que hoje conhecemos como GLAM, roupas apertaaaadas, calça legging de zebra rosa era o básico, cabelo seco por um tornado, uma viadagem só, mas eram machopracaraoi. No Brasil houve um fenômeno de popularidade que transcendia a normalidade, o RPM, nossa o povo ficava doente. Nunca mais aconteceu igual. RPM era um seita, e eu era uma pastora, kkkkk.
Acredite se quiser, o Jon Bon Jovi dos anos 80 não era sexy, era só um cantor de um banda que parecia que imitava o Guns, kkkk. O que não é um corte de cabelo, né?
Cindy Lauper e Madonna eram como hj Beyoncé e Rihanna. Madonna ganhou, mas a Cindy tinha estilo, vamos combinar.



Olha a carinha do Cazuza antes da AIDS (bete faria viu...). Pegava geral, homem, mulher, transsexual, papagaio, cachorro, kkkk.
Quem fala que o fenômeno gay é coisa recente não conhecia o Pet Shop Boys, super gay, super legal, assumidíssimos.
O festival mais legal que o Brasil já fez foi o Ronck'n Rio (o primeiro) em 1986, tudo que era bom na época veio tocar no Rio. Foi construída a cidade do Rock, com espaço para mais de um milhão de pessoas. No show do Queen a galera formou o maior coral do mundo na música "love of my life",  e o Fred Mercury só regendo, só de lembrar fico arrepiada. Foi o maior festival de todos os tempos e nunca mais vai ter um desse tamanho pq é muita treta, mas podemos dizer que o maior show de rock do mundo foi no Brasil e isso ninguém pode negar. Eu queria ter ido, mas só tinha 12 anos, então assistí Robert Plant, Joe Cocker, Queen, Nina Hagen (só pra citar alguns que eu lembro de ter visto), pela TV, em casa.
Mas eu era novinha né e queria ir mesmo era pra ver o Menudo (momento de constragimento geral - vai pode rir, admita, vc sentiu vergonha alheia, né? kkkk). Agora me fala se o Menudo não lembra o Restart.... pelo menos nas roupas bregas e coloridas lembra, vai.
E já que estamos falando em cafonice -"Como uma deusa, vc me mantém..." Rosana tava todo sábado no Chacrinha e a gente não perdia, kkkk. ALOKA!
É claro que eu fui criança. E curtia Balão Mágico, Xuxa (sem o anjo maltratado pelos twitteiros malvados),  os especiais da Globo como Pluct, Plact, Zum e todos do Vinícus de Moraes apresentados pela Aretha, filha da Vanusa (aquela que esqueceu a letra do hino nacional).

Nos anos 80 não tinha MTV nem internet p/ enriquecer a nossa cultura pop/rock (nossa como é que eu sobrevivi mesmo?)  então eu não conhecia muita coisa, isso é um pouco do que eu me lembro. Ficou muita coisa de fora, mas tá valendo.
Curtiu as minha lembranças? Então coloca sua meia de lurex, uma sandália babadeira e vamos cair na balada coléga.

É o que tem pra hj.
#bjmeliga

sexta-feira, novembro 26, 2010

Os incríveis anos 80. MODA.

Ai que vergonha alheia. Alheia nada, eu usei horrores essas modinhas dos anos 80, eu tava lá e achava lindo. hahaha.
Qualquer semelhança com o seu guarda-roupa não é mera coincidência. A moda atual está totalmente referenciada nos anos 80. Vc é todo colorido e se acha vanguardista, tá buoa nega, tu tá é copiando. Familia restart se achando inovadora, máqué, tudo retrô. Tênis colorido, óculos wayfarer, sandália com meia e/ou polaina, vem tudo dos anos 80.


Acessórios maxi. Brincos enormes, faixa no cabelo (madonna super referência, usei muito brinco de cruz). Cores em neon (hj chamam fluor), ás vezes brilhavam na luz negra. Maquiagem exagerada. Meias de oncinha ou zebrinha. Ombreiras, as pessoas chegavam ao cúmulo de usar sutiãs com ombreiras, kkkk.


E os cabelos... kkkkk, só de lembrar dou risada, se bem que ninguém era escrava da chapinha (momento de reflexão.......). Ok.
Eram armados, cacheados, frisados, enormes. Todas queriam ter os cabelos da Farrah Fawcett (acho que eu ainda quero) até a Madonna já copiou.
Foi nessa época que surgiu a modinha de pintar as pontas com papel crepom, pq os cabelos eram coloridos e depois de algumas lavadas saia tudo e ninguém precisava apanhar da mãe porque tinha feito cáca no cabelo.
Deu pra notar que Madonna sempre ditou moda, né? E as novelas também, pq quem (com mais de 30) nunca usou um lenço no cabelo e gritou Miiiiinaaaaaaaa, que atire o primeiro laquê.


Mas tinha mais - mullets, minhanossasenhoradocabeloruim, o que é que era aquilo? O pior é que todos os carinhas usavam. Ator, roqueiro, sertanejo, bonito, feio, brega, descolado, playboy, maloqueiro, aquele primo, seu namorado, o vizinho gato, todos, sem exceção. E inclusive algumas mulheres. Uma praga pior que a dengue, kkkk. Quero aproveitar para agradecer aos meus pais que NUNCA deixaram eu cortar meus cabelões desse jeito. E eu queria viu, ah como eu queria, kkkkk.

E vc aí achando que era muderno, né? kkkk.

É o que tem pra hj.
#bjmeliga

quinta-feira, novembro 25, 2010

Só comigo.

Tem coisas que eu acho que só acontesse comigo, viu. Eu tava juntando minha roupa pra lavar tudo junto. Aí hoje quando cheguei do cursinho fui fazer isso e cadê a roupa? Já tava na maquina. Minha vó resolveu lavar. Apesar de eu sempre dizer que não é pra ela lavar, que eu lavo e tal. Digo que não quero dar mais trabalho, mas na verdade eu quero é evitar esse tipo de merda. Talvez ela ache que eu gasto muito sabão e amaciante, sei lá. Bom aí qdo fui pendurar, SURPRISE!! Tava tudo fedendo a querosene. Mas como assim alguém pode perguntar. Pois é, ela enfiou dentro da maquina um pano que tava num balde com água depois da faxina, só que não era só água, era água e querosene. Na hora eu pensei, ok, poderia ser pior, podia ser água sanitária e agora vc estaria com as suas melhores roupas arruinadas. Lavei de novo, mas não adiantou muito não, ainda tá cheirando querosene. Pendurei PUTA, não fiz escândalo, mas reclamei à béça. Taquei perfume e tô aqui orando pra que o cheiro passe. Vamos ver agora se ela aprende e não se mete a querer lavar minhas roupas de novo. Caraio, nunca pedi pra lavar nada meu, pelo contrário. Bosta viu.
É o que tem pra hj
#putafaltadesacanagem.

Os incríveis anos 80. TV.

Tá rolando uma brincadeira no facebook que consiste em vc trocar sua foto atual por algo que remeta a sua infância. A princípio em pensei em desenho animado e coloquei o Mestre dos Magos da Caverna do Dragão. Mas aí eu percebi que a idéia é bem mais ampla e fui procurar algo com que eu me identificasse mais. Resultado, quase pirei na batatinha, ri muito sozinha aqui e resolvi fazer uma série de post com esse tema. A seguir algumas coisas que eu assisti muuuuito na década de 80 e até depois:

Isso foi o que eu fiz meio que de improviso, na pressa. Porque sou ansiosa e queria postar logo. Enquanto eu fazia essa montagem acabou a luz aqui no prédio três vezes, kkkk. Sorte que meu notebook tá sempre com a bateria cheia.
Esses filmes e séries eu assitia na Globo, que era a única emissora que pegava em Ponta Porã. A sessão da tarde formou meu caráter, kkkkk.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

quarta-feira, novembro 24, 2010

Harry Potter

Dia 19 de novembro estreou nos cinemas brasileiros o sétimo filme do Harry Potter, "As Relíquias da Morte, parte I". Eu tava tão envolvida com Smashing Pumpkins que não prestei muita atenção no assunto. Mas como eu adoro HP, pretendo assisitir ao filme semana que vem. Já li todos livros muitas vezes, devo confessar, mas o filme sempre é legal de ver. Aí que eu tava dando um rolé na net e achei as seguintes camisetas:

Ah, se vc ainda não sabe o que acontece no fim da saga, te aconselho a terminar de ler esse post de olhos fechados, tem spoiler.


Achei muito legal, kkkk. As duas de cima entregam geral, por isso se vc não sabe o fim da história close your eyes. As duas de baixo tem que ser meio fã pra entender, hihihi. ALOKA.
Agora sim, é o que tem pra hj.
#bjmeliga ou Avada Kedavra...

Unhas da semana

Hoje eu fiz as unhas, ontem fiquei estudando e qdo vi já tava muito tarde. Mas não tava aguentando olhar pra minhas mãos de tão medonhas, kkkk.
Usei o "Salsa" da Ana Hickmann. Um vermelho que no vidrinho não promete muita coisa, parece meio apagadinho, mas nas unhas fica outra coisa, mais vivo. É a primeira vez que uso esmalte da AH, por enquanto tô gostando, duas camadas já me deixaram satisfeita com a cor, não é grosso então desliza bem fácil. Vamos ver se dura, né?
Ok, chega de enrolar e vamos as fotos:


Não ficou super bem feita pq vermelho é phoda, né?

Mudando um pouco de assunto, ontem foi o dia do meu irmão retirante voltar pro sertão. Qdo voltar vai estar mais bonito, hahaha!
Estou só de novo.
Ninguém comentou meu best day ever ainda... Oo carência, viu, kkkk.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

terça-feira, novembro 23, 2010

Best day ever... 20/11/2010 - Festival Planeta Terra, Playcenter, SP - Brasil.

video

Esse video é da música "Tonight, tonight", a minha favorita, filmada da minha camêra. Ahahahahahahahahah.
O show foi tipo incrível. Mas poderia ter sido melhor. Poderia ter sido épico, mas se previa que seria pior, que o Billy só tocaria as músicas do trabalho atual do SP e nenhum hit, então saímos no lucro. Teve "Today", "Ava Adore", "Bullet with butterfly wings" e "Tonight tonight", das que eu mais amo, mas faltou "Disarm", "Perfect" e "1979", das que poderiam ter sido tocadas, pq tem aquelas que a gente ama mas já sabe que num vai rolar, né? Tocou um monte chata (O Billy tá muito alternativo), mas era chata do Smashing Pumpkins, o que é um atenuante muito forte, né, hihihi.

Vamos aos fatos:

Acordei seis da manhã e fui pro selviço. A Nati chegou e o Lele foi buscar. Trampei até as três da tarde, cheguei em casa lá pelas quatro. Passei o dia todo numa ansiedade de dar medo, nem consegui comer direito, kkkk. Encontrei minha mana em casa descansando e fui tentar descansar também, mas tava muito elétrica, ficamos papeando. Eu fiquei mais de 24 h acordada, ai ai, muito amor viu...

Chegamos no Playcenter umas nove horas, deu pra assistir o show do Mika, gostei viu.... Aí começou Phoenix, que eu achava que ía gostar mais ainda, máque, um saco. Fomos então dar um rolê, tomar uma cervejinha e fazer xixi, qdo nos deparamos com o elevador, entramos na fila que tava pequena. Foi um daqueles momentos em que vc pensa: -WTF? ou Que porra eu tô fazendo aqui??? Mas vc já entrou na fila, é uma mulher e não um pé de alface, tá sicagando de medo, mas faz cara de paisagem, e fica lá, firme e forte, se for morrer, vai morrer com dignidade, kkkkk. Pra falar a verdade eu fiquei pensando WTF? até chegar lááááá em cima, é tão alto, e sobe com uma lentidão tão torturante que eu cheguei sentir alívio qdo caiu, kkkk.

Bom depois disso é claro que eu precisava de uma cerveja, né? Ok, voltamos para o palco principal. Phoenix super legalZZZzzzz.... já tinha acabado e tava começando Pavement, minha irmã disse que conhecia um pouco, que era alternativinho e tal, mas caraca, que chato. Tinha uma galera fumando maconha do meu lado, mó cherão, num sei se foi a maconha ou o Pavement, mas eu viajei grandão, quase dormi, kkkkk.

Uma e meia em ponto começou o show da minha vida. Smashing Pumpkins. Sabe a lista de coisas que vc tem que fazer antes de morrer, então já posso morrer, kkk. Qdo tocou "tonight, tonight", eu até chorei, foi demais, cantei, gritei, pulei (meus joelhos ainda estão doendo, hehehe). Acho que foram os melhores quatro minutos que eu já tive, não tem comparação. Muito bom o cantor que vc curte pracaraio cantando ao vivo a musica que vc curte pracaraio, num tem palavra que explica. Nós ficamos bem perto, quer dizer o mais perto que conseguimos chegar. A gente foi se infiltrando durante a sessão de sonoterapia do Pavement. Dava pra ver o Billy direitinho:



Quer dizer, tinha um cabeção na minha frente, mas eu consegui a desviar a maior parte das vezes, e tinha o telão enorme (e viva o inventor da tela de LED). O show acabou lá pelas três e meia, voltamos pro metrô barra-funda com o bumba do playcenter. O metrô só voltava a funcionar as quatro e querenta, e era dia de virada esportiva, PQP, podiam ter mudado o horário nesse dia, né, tava cheio de gente esperando. Só sei que chegamos em casa era sete da manhã, tomei banho e deitei, mas dormir mesmo só dormi lá pelas dez. Aí o "querido" do meu tio, que eu espero que qdo chegar no inferno, encontre o capeta com o mesmo humor que ele me deixou, veio almoçar aqui e fez a delicadeza de entrar no meu quarto (isso mesmo, entrou no quarto de uma mulher sem bater, onde dormiam duas mulheres) e gritou pra nos acordar. A sorte dele é que eu tava sem forças pra brigar, porque senão ía dar merda. Coisa mais sem cabimento, sem respeito. Nossa não tenho nem palavras pra descrever minha indignação. Não dei liberdade pra isso, caralho. Acabou com meu dia. Só de birra fiquei no quarto até as cinco e meia da tarde, só levantei de noite pq a gente foi jantar num japa, com a Lilí e o Luis, que também foram no Planeta Terra, mas pra ver o Mika, Raphael a irmã dele que eu acho que chama Susana e é um amorzinho, que nem ele, e o noivo dela (Brazuca eu acho), além é claro de mim da Nati e o Lele e apesar de não ter ostra, que eu queria muito, tava gostoso. Um japa é sempre bom. A Nati foi embora ontem de noite, Eu, Le e Roberta levamos ela no aeroporto.
Esse foi meu fim de semana tipo incrível. Não postei antes pq a internet tá uma merda.
É o que tinha pra esse findi.
Vou estudar um pouco e depois fazer minha unha, se der tempo, pq tá horrivel.
#bjmeliga

sexta-feira, novembro 19, 2010

Ansiedade: Big problem

Eu sou muito, mas muito ansiosa. Tento me controlar, mas é difícil. Qdo estou esperando acontecer alguma coisa faço força pra esquecer senão até passo mal. Gastrite, falta de atenção, enjoo, fico elétrica... eu tô assim hj. Hihihi. Vários motivos, amanhã é o show do Smashing Pumpkins (ái, eu vou gorfar....). Amanhã minha irmãzinha chega pra me visitar (aloka se achando, ela vem é pro show, kkk). Eu nunca fiquei mais de quatro meses sem ver minha irmã desde que ela nasceu (pouco mais de 15 anos, kkk). Agora não a vejo a nove meses, tô com saudade.
E os ruins: meu computador tá lento, a internet tá uma bosta e eu virei um ovo no twitter...


É isso mesmo, um ovo. Não consigo colocar minha foto naquela merda. Twitter é o novo orkut, viu. Que ódio... Tem mais, eu acho que meu computador tá com vírus. Humm! Too much porn. Com certeza, KKKKKKKK.

P.S.: Num é que a unha tá durando...

É o que tem pra hj.
#bjmeliga

terça-feira, novembro 16, 2010

Unhas da semana

Acabei de fazer as unhas, ficou uma bosta, mas vai ficar assim mesmo. Please, ignorem o machucado do meu dedo, bati num sei onde e saiu um tampão de pele hoje.
Eu tava doida nesse esmalte "cigarrete" da coleção Pop 4 you da risqué. É um azul bebê, fosco (adoro esmalte fosco). Mas eu não comprei, ganhei. (Oba, tanãnã). Parece que todo mundo já sabe que eu sou a doida dos esmaltes, kkkkk.


É claro que eu não vou no show do Smashing Pumpkins (no sábado, oba, tá chegando) com as unhas mal feitas desse jeito, por isso, sexta farei as unhas de novo (se tiver coragem, kkk), e esse esmalte tá com jeitinho de que vai descascar logo, logo...
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

segunda-feira, novembro 15, 2010

Viciadinha

Eu adoro seriados americanos. Mesmo. E qdo gosto muito acabo viciando.
Meu primeiro vício foi FRIENDS. Quando a Sony perdeu os direitos de transmissão pra Warner, acho que em 2001 ou 2002, eles ficaram meio putos e resolveram passar em uma semana as 07 primeiras temporadas. Corri e comprei uma caixa de vhs (é eu sou velha). São 24 episódios por temporada, 30 minutos cada episódio. Passou uma temporada por dia, 12 horas de FRIENDS por dia, direto. Eu nem comi direito essa semana, kkkk. Mas gravei TUDO. Depois consegui copiar os dvds, as 10 temporadas, mas a semana da maratona friends ficou pra história. Meu irmão me ajudou, senão nem no banheiro eu ía, kkkk. A música da abertura quase me enlouqueceu e todo mundo lá em casa, mas adoro "I'll be there for you".


Friends é o meu maior vício, assisto até hj, Acho que já vi uma centena de vezes (e não estou sendo enfática). Sou capaz de encontrar um episódio só por uma fala de um personagem, já fiz isso, kkkk. ALOKA.

Recentemente eu conheci uma nova séria, Gossip Girl e como fala de gente cruel e maquiavélica, eu ADORO, kkkk.


Passa de segunda nos EUA, terça a galera já baixou na net e quarta já tem legendado pra copiar. Toda quarta eu já acordo ansiosa, kkkkk. GG não tem uma música de abertura, (thanks god), mas uma trilha sonora tipo incrível.

Daí que eu acompanho o blog da Katylene e volta e meia ela fala dos bophes escandalos de True Blood. Daí que eu resolvi conferir e é verdade. Só os principais: Vampiro Bill (sexy), Vampiro Eric (OMG), Jason (tchuliná), Sam Merlotte (Bete Faria viu...) e agora Alcide o Lobsicandalo (Socorro, chama os paramédicos). É lógico que eu já viciei, né? A abertura é grande e basta ver uma vez, pq enjoa, mas a música "I wanna do bad things with you" é o máximo.


Acabou de passar a terceira temporada, e eu já baixei as duas primeiras e tô terminando de baixar a última. Hehehe. Agora deixa eu ir, que meu feriado promete ser sangrento, kkkk.

É o que tem pra hj.
#bjmeliga

sexta-feira, novembro 12, 2010

Putafaltadesacanagem

Eu sei que eu não sou nenhum anjinho, pelo contrário, e que conviver comigo não é bolinho não. Sou muito mal humorada de manhã. Depois que acordo preciso de um tempo sozinha, se alguém falar comigo leva patada, é mais forte que eu. Odeio ser contrariada, mas me comporto, seguro a onda. Quem me conheçe sabe qdo eu fico puta. Sou grossa pra caralho, sei como magoar as pessoas. Mas eu tenho me comportado bem melhor. Tenho me segurado pra não dar patadas de graça e tenho conseguido na maioria das vezes (juro). Mesmo assim vivo sendo acusada de "ficar brava". Putaqueopariu, até qdo eu brinco sou acusada de estar brava. Mas enfim contorno a situação porque, né?...  Mas ultimamente sinto que há um prazer em me humilhar, me magoar. Minha gastrite até piorou porque eu sempre fico quieta. Mas hj foi muito foda. Deixei de ir na aula pra acompanhar no médico, tava toda solícita e educadinha, tentando ser espirituosa para acalmar o ambiente. Aí eu fiz uma brincadeira, com a enfermeira, e tomei uma patada com um requite de crueldade a lá tarantino... Ninguém mais se preocupou se ela ía operar, ninguém apareceu, ninguém telefonou, e a idiota aqui é que leva patada. Mais uma vez, por mais incrível que isso possa parecer pra quem me conhece eu não disse uma palavra, mas precisei sair um pouco de perto. Eu não fico quieta só pq preciso, fico também por respeito, mas tem hora que, viu... Se eu fosse religiosa pedia a deuzi paciência, pq se ele me der força eu mato!

quarta-feira, novembro 10, 2010

Unhas da semana

Hoje eu passei um rosa tipo incrível, super pink, esse é que deveria ser o rosa chiclete, rsrsrs.
Mas o nome dele é frapê, é da hits (é eu adoro essa marca), take a look:


Como sempre, a foto não ficou 100% fiel, o esmalte é mais rosa que isso, quase neon fluor (nuossa que velha, que expressão mais anos 80, que ano é hj?). Essa foi uma das cores mais escandalos que eu já passei, bapho mesmo. Vamos ver se eu consigo sustentar toda essa informação por uma semana, né? kkkkkk.

É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

Torturadora, kkkk.

Querido diário, hoje eu fui uma menina má, torturei uma pessoa...

KKKK, era assim mesmo que eu deveria começar esse post.
Hoje eu fui ao banco resolver um negócio e tive que entrar na fila. A fila não tava grande, então tudo bem. Mas eis que de repente uma mulherzinha surge do nada e começa a conversar com o cara que tava na frente do que tava na minha frente. Ele ficou um pouco sem jeito, aí ela falou alto que não tava furando fila, mas era óbvio que tava. Então eu começei a tortura. Fixei o olhar nela, sem desviar. Aquele olhar de ódio mesmo. Primeiro ela sorriu, achando que ía me derreter, eu fiz uma cara mais feia ainda. Ela passou a me ignorar, e eu firme. Todos em volta começaram a ficar constrangidos e ela nervosa, roendo as unhas, tremendo um pouco e evitando olhar pra qualquer pessoa. De vez enquando ela falava com o cara que deixou ela furar e ria nervosamente, quase histérica.
Eu tinha que me segurar pra não rir, eu estava me divertindo e muuuito, kkkk. Se ela não tivesse furado a fila, e o cara estivesse lá guardando lugar, ela teria me mandado a putaqueopariu, mas a culpa a estava corroendo.
Depois qdo chegou a vez dela eles foram juntos pro caixa, pra disfarçar, mas ela pegou a papelada dele pra fazer os pagamentos. Eu vi.
Haha, tá escrito trouxa na minha testa? Saiu?
Acho que vou fazer esse tipo de coisa mais vezes, foi tão divertido, kkkkkk.


Aline Xuxu: Eu já sabia da música no filme desde metade do ano passado, o Títi tinha me contado e desde de então eles tocavam SEMPRE, só não tenho certeza se no filme são eles, mas eu acho que sim, parece a voz do Eder... O que eu sei é que eles ficaram chegados do Nasi (ex-Ira) desde que abriram um show pra ele em Ilha Solteira (ele até foi tocar em Ponta) e depois disso até na MTV eles foram. Parece até que eles estão morando aqui em SP, mas isso eu já não posso afirmar.

É o que tem pra hj.
#bjmeliga

terça-feira, novembro 09, 2010

Bobeira mór do dia...

Recebi por email e achei graça:

LEIS BÁSICAS DA CIÊNCIA MODERNA:
Se mexer, pertence à Biologia.
Se feder, pertence à Química.
Se não funciona, pertence à Física.
Se ninguém entende, é Matemática.
Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

LEI DA PROCURA INDIRETA:
O modo mais rápido de encontrar uma coisa é procurar outra.
Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

LEI DA TELEFONIA:
Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:
Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você...

LEI DA GRAVIDADE:
Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação... (certeza, kkk)

LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:
80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu e os outros 20% será baseada no único livro que você não leu.

LEI DA QUEDA LIVRE:
Qualquer esforço para agarrar um objeto em queda provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente. (Isso é verdade e eu tenho um furo na mão esquerda pra comprovar, kkk
A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:
A fila do lado sempre anda mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila, a outra é sempre mais rápida.

LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:
Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

LEI DO ESPARADRAPO:
Existem dois tipos de esparadrapo:
O que não gruda e;
O que não sai. (acho que tembém se aplica aos band-aids, hehehe)

LEI DA VIDA:
Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada. (É o que eu digo, quem procura, acha.)
Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.

LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS
Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.


É o que tem pra hj.
#bjmeliga

segunda-feira, novembro 08, 2010

Cinema nacional


É hj, tô indo pro cinemark agora, vou tentar ver o máximo de filmes possível, hehehe (pobre é phoda, né?)
Depois conto se fui bem sucedida no meu intento na sétima arte.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga


UPDATE: Assisti "Tropa de Elite 2", e "As melhores coisas do mundo". Gostei mais do primeiro, o segundo é filme pra adolescente, mas a música tema do filme, "Identificado", é dos meus amigos da banda Sheriff Billy Joe, lá de Ponta Porã. Gostei dos dois, mas Tropa é Tropa, né. Esse era o filme que deveria ter concorrido para o Oscar, e não Lula, o molusco do Brasil. Aff!!!

Niver da Rê.

Domingo foi aniversário da Renata, sábado fomos no Velhão, mais precisamente no bar "Conspiração do Jogo":
Bar Conspiração do jogo, no Velhão, Serra da Cantareira

Eu até tirei umas fotos, mas as do site são melhores, então vai assim. Essa escada da última foto é simplesmente uma tentativa de homicídio, kkkk. Vc fica lá em cima enchendo a cara, de salto alto, aí na hora de ir embora tem que encarar essa escada íngreme e sinuosa (ela é feita de material de demolição, como tudo no bar). Eu. ainda, não caí, kkkk, mas o pessoal lá contou que sempre tem um que cai, hehehe.
A gente se divertiu muuuito, eu ri pra caramba, foi bem legal.
(São Tomé das Letras: A, B, C... kkkkkkkkkkkkkk. Piada interna, desculpe).
É o que tem pra hj, quer dizer pra ontem, hihihi.
#bjmeliga.



sexta-feira, novembro 05, 2010

Unhas da semana

Eu demorei mais do que tinha planejado, mas tem uma boa desculpa, vermelho. Cor que sempre dá trabalho. Fazia um tempão que eu não usava vermelho, só nas cores descoladas, hihihi. A ultima vez que eu usei vermelho foi aqui em 28 de agosto.
Ok. Aí está:


Esse é o meu vermelho favorito, um dos na verdade. É o "prazeres" da impala, a foto com flash ficou bem fiel. Um outro que eu adoro é o "Havana" da risqué, mas era uma coleção limitada e eu nunca mais achei... chuif!
Agora deixa eu ir dormir que amanhã o dia é longoooo!
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

quinta-feira, novembro 04, 2010

Post número 100.

Eu estava sem idéias criativas para esse post especial. Queria que fosse especial. Aí meu irmão retirante chegou contando de um email engraçadíssimo que recebeu e eu achei aqui e resolvi postar no blog.  Muita identificação viu.... Have fun!!!

Suicídio dos signos:

Áries: Gosta de mortes violentas, ou se mata em uma moto em auto-velocidade, ou morre pulando de pára-quedas sem puxar a cordinha...
Touro: Se mata com veneno na comida (efeito depois de duas horas) ou com muitos remédios para dormir... Conforto até na morte...
Gêmeos: Se mata cortando a língua em um quarto escuro, sem net, telefone ou qualquer meio de comunicação... Morte triste...
Câncer: Se suicida se enforcando e com um bilhete colado na mão dizendo: A culpa foi sua! Câncer adora culpar alguém...
Leão: Toma um veneno na noite de Natal, 5 minutos antes da ceia pra causar impacto... Leão,gosta de fins dramáticos!!! E inesquecíveis!
Virgem: Não consegue se suicidar... Ele fica tanto tempo fazendo os detalhes que quando viu a vida já passou e ele morreu naturalmente...

Libra: Fica super indeciso: Ou liga o gás e morre ou corta os pulsos... Por fim decide contratar alguém para matá-lo com um tiro...
Escorpião: Faz amor com a pessoa odiada, fica com as impressões digitais dela pelo corpo, se mata com facadas e de luvas... Morre, mas ferra quem odeia!
Sagitário: Toma 15 calmantes tarja preta e pula de asa delta... Morre de modo esportista e aventureiro...
Capricórnio: Tiro nas bolas! Mas antes, deixa todas as contas pagas, o testamento pronto, vestido com um bom terno... Capricórnio é responsável!
Aquário: Como é moderno, se mata no orkut, no twitter, no facebook e se muda para a Patagônia... Suicídio social, colega! Tendência...
Peixes: Bebe muito, sai pelado na rua e tenta ser atropelado, mas como é azarado quebra as pernas e dá trabalho para família.




É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

quarta-feira, novembro 03, 2010

Praia no feriado.

Acho que eu já voltei a ser paulista. Feriado = praia, mesmo que não esteja calor e nem tenha sol, a gente desce a serra. Mas tinha um solzinho sim, e tava até calor. O problema é que eu sou uma mula véia distraída e esqueci completamente de tirar foto das belas praias em que fomos. Só lembrei na volta, dentro do carro. Marcelo tirou o maior sarro da minha cara.
- "Porra Dani a gente vai pra uma puta praia bonita, maior paraiso e vc tira foto dentro do carro!"
Ficamos numa pousada em Boracéia, fomos na Juréia e Camburi (essa de noite).
Fizemos um luau improvisado em Boracéia, com direito a cervejinha e violão, a maré subiu aí fomos pra Cambuci, dar um rolé na night.
No outro dia acordei cedo toda animada, tipo guia de excursão, aloka. Acordei todo mundo, fomos pra praia em frente da pousada, Boracéia, depois fomos pra Juréia (lindo o lugar), cheia de surfista, cada corpão...
Voltamos e fizemos um churras paulista, mas eu introduzi a mandioca no cardápio (introduzi a mandioca ficou meio pornográfico, kkkkk).
Na volta  que eu lembrei que tinha maquina e fiquei tirando foto e mais foto dentro do carro e é claro que virou bagunça, né.
Olha só o que eu esqueci de fotografar:



E nós:


Por conta desse feriado divertido, hj eu tava podre de cansada, né.
Mas valeu, recarreguei as baterias na água salgada.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga

P.S.: tem uma porra de um alarme tocando faz mais de meia hora, tô garrando um ódio, me lembrou nosso vizinho em Ponta, o Dr. Oro e o maldito alarme da casa dele que sempre disparava no fim de semana, de manhã.

segunda-feira, novembro 01, 2010

Dia das bruxas II.

Sábado fui no Território Custom com a Roberta e a Bohus. Eu não dei a cochiladinha tradicional do sábado de tarde, então não dei conta (não sou mais a mesma). Eram 11 horas e eu já tava louca pra ir embora, mas a banda só começou a tocar as 11 e meia, há. Voltamos pra casa as 3:30 am, eu morta de sono. Mas tava legal, eu que devia ter descansado de tarde, já sabendo que não dou conta, né?
Domingo fomos pra Nazaré Paulista (é lá mesmo onde encontraram o corpo da Mércia), churrasco na casa da Bohus, aniversário do genro dela. Tinha a maior galera (inclusive um carinha com um peitoral que me deixou bem distraida, kkkkk). A casa é super legal, tem cachoeira lá perto e nós ficamos com vontade de voltar um outro dia pra passar o fim de semana.
Hoje de manhã a Renata me ligou e nós vamos pra praia hj de noite, volto amanhã a noite e posto fotos que eu tirar, se eu tirar, hahahaha.
É o que tem pra hj.
#bjmeliga.

Dias da bruxas.

Ontem eu descobri o google street Brasil. OMG, super legal. Vc se coloca na foto LITERALMENTE. Claro que não tem foto de todas as ruas, mas tem das principais, nas principais cidades. Ducaraio mesmo. Dá uma olhada na foto da Paulista, e vê se não dá pra se sentir lá: