terça-feira, novembro 23, 2010

Best day ever... 20/11/2010 - Festival Planeta Terra, Playcenter, SP - Brasil.

video

Esse video é da música "Tonight, tonight", a minha favorita, filmada da minha camêra. Ahahahahahahahahah.
O show foi tipo incrível. Mas poderia ter sido melhor. Poderia ter sido épico, mas se previa que seria pior, que o Billy só tocaria as músicas do trabalho atual do SP e nenhum hit, então saímos no lucro. Teve "Today", "Ava Adore", "Bullet with butterfly wings" e "Tonight tonight", das que eu mais amo, mas faltou "Disarm", "Perfect" e "1979", das que poderiam ter sido tocadas, pq tem aquelas que a gente ama mas já sabe que num vai rolar, né? Tocou um monte chata (O Billy tá muito alternativo), mas era chata do Smashing Pumpkins, o que é um atenuante muito forte, né, hihihi.

Vamos aos fatos:

Acordei seis da manhã e fui pro selviço. A Nati chegou e o Lele foi buscar. Trampei até as três da tarde, cheguei em casa lá pelas quatro. Passei o dia todo numa ansiedade de dar medo, nem consegui comer direito, kkkk. Encontrei minha mana em casa descansando e fui tentar descansar também, mas tava muito elétrica, ficamos papeando. Eu fiquei mais de 24 h acordada, ai ai, muito amor viu...

Chegamos no Playcenter umas nove horas, deu pra assistir o show do Mika, gostei viu.... Aí começou Phoenix, que eu achava que ía gostar mais ainda, máque, um saco. Fomos então dar um rolê, tomar uma cervejinha e fazer xixi, qdo nos deparamos com o elevador, entramos na fila que tava pequena. Foi um daqueles momentos em que vc pensa: -WTF? ou Que porra eu tô fazendo aqui??? Mas vc já entrou na fila, é uma mulher e não um pé de alface, tá sicagando de medo, mas faz cara de paisagem, e fica lá, firme e forte, se for morrer, vai morrer com dignidade, kkkkk. Pra falar a verdade eu fiquei pensando WTF? até chegar lááááá em cima, é tão alto, e sobe com uma lentidão tão torturante que eu cheguei sentir alívio qdo caiu, kkkk.

Bom depois disso é claro que eu precisava de uma cerveja, né? Ok, voltamos para o palco principal. Phoenix super legalZZZzzzz.... já tinha acabado e tava começando Pavement, minha irmã disse que conhecia um pouco, que era alternativinho e tal, mas caraca, que chato. Tinha uma galera fumando maconha do meu lado, mó cherão, num sei se foi a maconha ou o Pavement, mas eu viajei grandão, quase dormi, kkkkk.

Uma e meia em ponto começou o show da minha vida. Smashing Pumpkins. Sabe a lista de coisas que vc tem que fazer antes de morrer, então já posso morrer, kkk. Qdo tocou "tonight, tonight", eu até chorei, foi demais, cantei, gritei, pulei (meus joelhos ainda estão doendo, hehehe). Acho que foram os melhores quatro minutos que eu já tive, não tem comparação. Muito bom o cantor que vc curte pracaraio cantando ao vivo a musica que vc curte pracaraio, num tem palavra que explica. Nós ficamos bem perto, quer dizer o mais perto que conseguimos chegar. A gente foi se infiltrando durante a sessão de sonoterapia do Pavement. Dava pra ver o Billy direitinho:



Quer dizer, tinha um cabeção na minha frente, mas eu consegui a desviar a maior parte das vezes, e tinha o telão enorme (e viva o inventor da tela de LED). O show acabou lá pelas três e meia, voltamos pro metrô barra-funda com o bumba do playcenter. O metrô só voltava a funcionar as quatro e querenta, e era dia de virada esportiva, PQP, podiam ter mudado o horário nesse dia, né, tava cheio de gente esperando. Só sei que chegamos em casa era sete da manhã, tomei banho e deitei, mas dormir mesmo só dormi lá pelas dez. Aí o "querido" do meu tio, que eu espero que qdo chegar no inferno, encontre o capeta com o mesmo humor que ele me deixou, veio almoçar aqui e fez a delicadeza de entrar no meu quarto (isso mesmo, entrou no quarto de uma mulher sem bater, onde dormiam duas mulheres) e gritou pra nos acordar. A sorte dele é que eu tava sem forças pra brigar, porque senão ía dar merda. Coisa mais sem cabimento, sem respeito. Nossa não tenho nem palavras pra descrever minha indignação. Não dei liberdade pra isso, caralho. Acabou com meu dia. Só de birra fiquei no quarto até as cinco e meia da tarde, só levantei de noite pq a gente foi jantar num japa, com a Lilí e o Luis, que também foram no Planeta Terra, mas pra ver o Mika, Raphael a irmã dele que eu acho que chama Susana e é um amorzinho, que nem ele, e o noivo dela (Brazuca eu acho), além é claro de mim da Nati e o Lele e apesar de não ter ostra, que eu queria muito, tava gostoso. Um japa é sempre bom. A Nati foi embora ontem de noite, Eu, Le e Roberta levamos ela no aeroporto.
Esse foi meu fim de semana tipo incrível. Não postei antes pq a internet tá uma merda.
É o que tinha pra esse findi.
Vou estudar um pouco e depois fazer minha unha, se der tempo, pq tá horrivel.
#bjmeliga

2 comentários:

aline disse...

Benheeeeeeeeeeeeeee.....como assim nao toco 1979 q absurdoooooo...
Ahhh e vc levou uma calcinha reserva no show neh fikei mto preocupada com issooo...rsrsrsr
Vc foi ao show com akele esmalte azul calcinha fosco..me diz q nao nehhh!!!!
precisando viver fortes emoçoes ao seu ladoooo..saudades sempre bjs de mais uma retirante...MS o maior estado exportador de pessoas...kkkk

abelhamary disse...

A Aline tem razão, daqui a pouco vamos chamar
Ponta de latinha rsrsrsr, não comentei porque não é da minha época ,não entendo nada dessa banda, bjs,