quarta-feira, outubro 13, 2010

Cotidiano, rotina...

Sabe aqueles dias em que a rotina te massacra e vc se pergunta se realmente vale a pena. Vc se dá conta que ganha pouco, dorme mal, come pior ainda, aguenta um monte de desaforos e fica se perguntando pra que?
Então, eu não sei o que é isso. Eu durmo mal, como pior ainda, ganho uma miséria, aguento mais desaforos do que jamais aguentei em toda minha vida, tenho meu orgulho testado diariamente, mas tô feliz, kkkk.
Vai entender...
A minha rotina anterior, de um ponto de vista distante era a melhor possivel: acordar na hora que quiser, sempre depois das dez. Almoçar e ter como única obrigação (imposta por mim mesma, quero deixar claro) limpar a cozinha. Depois inventar alguma coisa pra fazer, ou não fazer nada. No fim de semana sair pra rua e encher a cara. Parece ideal, mas era massacrante, era vazia e desprovida de emoções. Eu vivia irritada, mal humorada, era agressiva e desnecessariamente grossa. Eu tava muito infeliz. Hoje eu acordo cedo, encho minha cara de café, estudo como nunca estudei em toda  minha vida, (e olha que eu tô na escola desde um ano e meio de idade) aprendo coisas novas todos os dias. Aos sábados acordo mais cedo e pego uma lotação pra um bairro longe pra caramba, que fica depois do aeroporto de cumbica, onde eu dou aulas de inglês (mesmo achando meu inglês bem precário, o que me deixa insegura nas aulas) pra ganhar uma merrequinha que mal dá pra pagar meu cursinho. Domingo, que supostamente seria o dia de dormir até o meio da tarde eu levanto até que cedo pra ir na feira. Balada, só de vez enquando e não dou mais conta de tomar cerveja, no máximo umas três ou quarto e já fico de piléque. Minha diversão da qual não abro mão é ir no cinema, pelo menos duas vezes por mês. Eu nunca me senti tão disposta e sem preguiça. Fora que ando cada dia mais tolerante e aprendendo a evitar confrontos. E a melhor parte é que depois de tudo isso eu ainda vou ser recompensada com um emprego incrível no qual vou ganhar muito bem e trabalhar no que eu gosto e sei fazer. Deve ser por isso que eu não acho essa rotina massacrante e infeliz...

Um comentário:

aline disse...

BEM VINDA AO MEU MUNDO...Parece ate q descreveu minha vida...